quinta-feira, julho 14, 2005

A 9ª Maravilha do Mundo Mesmo Aqui Ao Lado!

Faz no próximo sábado precisamente 15 dias que me propus a escrever este post, mas a inércia pós exames deu cabo de mim...

E isto porque sábado, dia 2 de Julho, decidi ir a banhos numa das várias praias da magnífica Costa da Caparica (eu e os restantes 2 milhões e 326 mil habitantes da área metropolitana de Lisboa...). Depois de ter demorado 1h30 de Sete Rios até à Praia da Morena, decidi lá ficar até às nove e meia da noite, na esperança de que já ninguém por ali andasse a essas horas, mas tal não se confirmou e acabei por chegar, 2h depois a casa!

Mas nesse período de tempo - em que estive parado atrás de um Opel Ascona, encarnado e todo quitado, transportando à frente o marido (de bigode e uma camisola de manga cava com uma Palmeira que diz Algarve por baixo) e a mulher (de buço e peito 46, copa D) com o bebé ao colo (com nódoas no babete da bledina, de vitela com verduras, que sorveu antes de entrar no carro e da qual já bolsou metade por causa da condução agressiva do padrasto) e atrás a sogra (com 110 kg e uma bata degradé amarelo e azul céu) com os netinhos mais velhos, a Lúcia de Fátima e Fábio Emanuel (que foi expulso da EBI 2+3 em que andava, a repetir o 6º ano pela 3ª vez, pois teve uma crise de acne tal que assustava as outras crianças e as fazia ter pesadelos...) - tive uma ideia fabulosa: vou comprar uma tenda e passar os fins de semana no Parque de Campismo Piedense (o terceiro a contar de quem vem da vila em direcção à Fonte da Telha, mesmo em frente ao Silva do Frango Assado). A sério vejam o conjunto de vantagens:

1. Acabam todos os problemas de solidão, dado que temos a benesse de adormecer e acordar em cima dos vizinhos (alguns, literalmente, em cima das vizinhas);

2. Em vez de contarmos carneiros podemos adormecer com o relaxante som dos ressones alheios;

3. As mulheres de manhã têm as 2h horas de fila de espera para o duche (frio, porque o quente é só com senhas pré-compradas e a fila de espera já é de 3h45m..) para poderem praticar a sua actividade preferida: comparar a sua barriga e coxas com as das outras, terminado, invariavelmente, o exercício achando-se muito melhor que elas, mas fazendo-lhes, hipocritamente, rasgados elogios;

4. Ficamos muito mais bronzeados, pois, além do sol, a acumulação de pó e os fumos resultantes dos milhares de churrascos caseiros que têm lugar nos períodos de almoço (entre as 11h45 e as 16h30) e jantar (entre as 18h45 e as 22h00), conferem uma tez invulgarmente castanha às nossas peles (salvo seja!);

5. Podemos ter um mini jardim zoológico privado e comparar as espécies adquiridas com os vizinhos, pois faz parte do regulamento do parque de campismo que por cada 2 m2 de tendas tem de haver 6 cães, 3 gatos (um dos quais siamês), uma tartaruga e um aquário com pelo menos 173 variedades diferentes de peixe;

6. As Senhoras podem ir de robe cor-de-rosa e rolos no cabelo buer a bica, pois actuam como se estivessem todos numa grande casa, como se fossem uma grande família;

7. Não têm de se deslocar ao Domingo de manhã para irem à missa, pois o padre da Charneca da Caparica, em troca de uns copitos de tinto carrascão e de uma pernita de frango assado com pão caseiro, celebra missa às 09h00 na recepção do Parque de Campismo!

Digam lá, não é um sonho?

Não deveria ter partilhado isto com vocês, pois agora tudo vai querer ir para lá! Mas não faz mal, a gerência acabou de cortar as 2 útimas árvores que o parque tinha, sempre dá para montar mais umas três tenditas...