sexta-feira, abril 15, 2005

Apesar de uma imagem valer mais que mil palavras...

Haverá melhor sensação do que a de abraçarmos espontaneamente um brutamontes desconhecido sentado ao nosso lado como se ele nos tivesse acabado de salvar a vida ou de nos apresentar à mulher da nossa vida, mesmo correndo o risco de fracturarmos uma ou outra costela?
Havéra melhor sentimento do que o de partilhar com 30.000 pessoas uma luta e causa comum, que dura pouco mais de hora e meia, e que nem decidirá o futuro do país nem resolverá qualquer questão científica ou filosófica, e atingir por fim a meta proposta?
Haverá melhor prazer do que saber que contribuímos e participámos numa vitória, que o nosso sofrimento valeu a pena, que, afinal, nada foi em vão?
Haverá melhor satisfação do que a de ir para casa com um sorriso estampado e claramente exagerado na cara, enquanto ouvimos na rádio elogios rasgados à entidade e instituição em que, apesar de ter fins meramente recreativos/desportivos, depositámos tanta fé como se fossemos militantes da IURD, durante tanto tempo?
Haverá maior alegria do que sentir que se o mundo acabar hoje, não faz mal, porque tivémos a oportunidade de presenciar algo irrepetível e que ficará para sempre gravado na nossa memória (e mesmo que venhamos a padecer da doença de Alzheimer, há sempre o DVD)?
Haverá maior absurdo/estupidez do que sentir tais sensações, sentimentos, prazer, satisfação e alegria por causa de quatro golos marcados por 11 tipos de verde e branco tendo consciência que a euforia é efémera e ilusória?
Provavelmente. Mas isso hoje não interessa para nada.
Apesar de uma imagem valer mais que mil palavras, e por todas as razões referidas supra, junto-me a GMM num agradecimento profundo ao Sporting.